Somos parte da solução! Dia Internacional da Biodiversidade

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

22 de maio é o Dia Internacional da Biodiversidade. Para este ano, a ONU definiu como slogan “Somos parte da solução”. Trata-se claramente de uma continuação do tema adotado em 2020, “Nossas soluções estão na natureza”. Segundo o secretário-geral da ONU, António Guterres, se trabalhar em conjunto o mundo pode evitar os piores impactos da mudança climática e usar a recuperação da pandemia de Covid-19 para orientar um caminho mais limpo e mais verde. 

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) afirma que a restauração florestal e serviços ecossistêmicos podem responder por até um terço do abrandamento necessário para manter o aquecimento global abaixo de 2°C. Além disso, os serviços ecossistêmicos costumam ter um custo muito menor do que inovações tecnológicas e obras de engenharia complexas.

Os próprios ecossistemas são capazes de atuar na purificação do ar e da água; na regulação dos ciclos das águas; no controle de erosão e enchentes, pragas e doenças; e na regulação do clima, entre muitos outros benefícios para a qualidade de vida e bem-estar dos seres humanos. E nós podemos contribuir com serviços ambientais, ações que favorecem a melhoria dos ecossistemas, aliando conservação com desenvolvimento econômico.

É por isso que o slogan deste ano nos lembra de que a humanidade e a natureza são interdependentes e estão intimamente conectadas. A biodiversidade é a resposta a vários desafios de desenvolvimento sustentável, e cabe aos humanos conservá-la e valorizá-la como base de um novo modelo econômico. 

De acordo com o Pnuma, desde 1990, a Terra perdeu quase 30 milhões de hectares de florestas. Um milhão de espécies de plantas e animais estão em risco de extinção e mais de 90% da população de peixes marinhos estão em declínio ou são excessivamente explorados.

No Brasil, segundo estudo amostral do IBGE, cerca de 20% das espécies de plantas e animais encontram-se ameaçadas, ao menos 10 estão extintas e uma sobrevive apenas em cativeiro. Entre os biomas, a Mata Atlântica é a mais afetada, com 25% das espécies sob ameaça; em seguida vêm o Cerrado, com 19,7%. Não por acaso, os dois hotspots brasileiros.

A mudança climática pode causar perdas ainda mais significativas de biodiversidade até o fim do século. Por isso é preciso agir rapidamente para reverter essa tendência, eliminando práticas nocivas ao meio ambiente e adotando um modelo de produção e consumo sustentável.

O cuxiú-de nariz vermelho (Chiropotes albinasus) é uma espécie endêmica da Amazônia, que está na lista de espécies ameaçadas do Brasil, e foi avistada na avaliação e monitoramento da fauna em um de nossos projetos de conservação florestal. O padrão Clima, Comunidade e Biodiversidade (CCB) identifica projetos de manejo do uso da terra que proporcionem benefícios líquidos positivos na mitigação e adaptação à mudança climática para comunidades locais e para a biodiversidade.

 A avaliação do ecossistema para definir o estado de conservação , o monitoramento dos indicadores encontrados, analisando o impacto e possíveis ameaças, faz parte do protocolo de ações de implementação e desenvolvimento de projetos de carbono. “É o primeiro passo na gestão e conservação dos ecossistemas e, portanto, na melhoria da qualidade dos serviços ecossistêmicos que nos são prestados”, explica Yohana Mello, analista da BRCarbon.

 

Fontes:

Dia Internacional da Diversidade Biológica: Somos parte da solução #PelaNatureza.

Dia Internacional da Biodiversidade destaca natureza como fonte de soluções

Dia Internacional da Biodiversidade – Nações Unidas – ONU Portugal 

Mundo atinge meta de áreas protegidas, mas qualidade da conservação deve melhorar

ONU cita projeto florestal em Portugal como exemplo de conservação florestal

Guterres alerta para mundo “à beira do abismo” e pede compromissos até dezembro

Serviços ambientais – Wikipédia, a enciclopédia livre 

Sobre o tema – Portal Embrapa

serviços ecossistêmicos — Português (Brasil)

Serviços ecossistêmicos

IBGE: Brasil tem 3.299 espécies de animais e plantas ameaçadas 

ICMBio: Mamíferos – Chiropotes albinasus – Cuxiú-de-nariz-vermelho

Padrões de Clima, Comunidade e Biodiversidade: v3.1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima